Notícias

  • Assim como as vitórias, as derrotas não são definitivas!

    Assim como as vitórias, as derrotas não são definitivas!

    “Tudo isso que está acontecendo neste país será superado. Porque se as vitórias não são definitivas, as derrotas também não são. Num momento, somos derrotados. Num outro momento, os trabalhadores se organizam e reassumem o protagonismo de sua história”, disse o deputado Tadeu Veneri (PT), líder da bancada de Oposição na Assembleia Legislativa ao analisar o desmonte dos direitos trabalhistas pelo Senado ao aprovar a chamada reforma trabalhista.

    Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, Veneri disse que os trabalhadores não vão se render à cassação dos seus direitos. “Haverá revolta com esse ataque. E essa revolta vai se expressar de forma mais rápida do que pensam aqueles que vivem do fruto do trabalho dos outros”, disse o deputado.

    Veneri destacou que uma boa parte dos senadores que deram seu voto para desmontar os direitos trabalhistas é investigada por corrupção e são empresários. “Muitos estão entre aqueles que devem um trilhão de reais à previdência e que produzem no formato do sistema feudal”, atacou.